sábado, 21 de março de 2009

Crises na Oriental e Ocidental

Como relatei aqui no Fatos Gerais e conforme notícias da midia em geral, as empresas Ocidental e Oriental estão passando por uma grave crise que culminou em greves nestas duas ultimas semanas. A duas semanas atras, foi a Ocidental que entrou em greve e parou todas as linhas.Isso aconteceu, pois a mesma não pagou o salário de fevereiro e ainda estava descontado o sálario de funcionários cuja as férias eram perdidas por motivo de assalto e descontando dos mesmos as peças quebradas por mau uso e sim por falta de manutenção da empresa. Por conta disso e das péssimas condições de trabalho, eles decidiram entrar em greve. Greve esta que trouxe muitos transtornos para os moradores da região que lotaram os trens as linhas concorrentes e as vans.durante a Greve houve batalha com a policia na porta da garagem, agressão a fura-greves e uma tremenda confusão geral. Tal situação só terminou quando sr.Anselmo, dono da Ocidental prometeu pagar os sálarios atrasaso no dia seguinte.
Ja na Oriental, a situação já é mais grave. Além de tudo que foi relatado aqui em textos anteriores, os sálarios dos funcionários estão atrasados a mais de três meses. Dois fatos curiosos aconteceram naquele dia. O primeiro foi o fato de os funcionários não avisarem que iam entrar em greve no dia anterior a mesma, o que provocou um verdadadeiro transtorno na vida de milhares de pessoas que utilizam suas linhas para resolver seus afazeres, pois ao chegarem nos pontos finais, não havia ônibus, e funcionários nos mesmos e estava tudo vazio.Por conta isso, muitos passageiros tiveram que procurar outras conduções para se locomover .A outra situação se refere ao fato de um pensionista que recebe pensão da empresa por conta de um acidente provocado pela mesma sobre ele ha 14 anos, não ser atendido pela policia, enquanto que a mesma atendeu solicitação da empresa para dispersar os grevista, estando esta ultima errada. Segundo a lei, pessoas ou empresas que não pagarem indenização ou mesmo pensão a uma vítima, estabelecida na justiça, a vitima pode chamar a policia para prender a pessoa ou diretor da empresa para faz-lo pagar a pensão ou indenização devida e assim garantir o pagamento da mesma.Sendo que por incrivel que pareça a policia ignorou a solicitação deste pensionista e prefiriu ficar do lado de uma empresa que não paga nada a ninguém, configurando em mais um desrespeito ao povo e a lei. Durante a tarde os onibus voltaram, porém nenhuma negociação ocorreu, os funcionarios estão trabalhando em estado de greve, com operação de apenas 50% dos onibus.
Nesta ultima sexta-feira a prefeitura em conjunto com a Rio Onibus criaram um pool para operar parte das linhas da Oriental. Neste Pool ficou desta forma: a Bangu ficou com a 394, a Campo Grande com as linhas 379 e 395 e a Andorinha com a 684. A operação destas linhas começou no dia 23/03. A operação destas linhas começou da seguinte forma: a Campo Grande colocou seus carros reservas para operação das duas linhas a que foram destinadas, no caso da Bangu, esta colocou ônibus expressos e com ar- condicionado e desfalcou um pouco a 794 e a 383 para colocar carros na 394 e no caso da Andorinha, esta colocou microonibus, porém com uma operação satisfatória.
No caso da Bangu, estava prevista dela comprar estas mesmas linhas, mas por conta de um embróglio juridico com o grupo JAL ( que controla a Flores, Acari, entre outras na Baixada Fluminense) que tinha interesse em adquirir a Oriental, a venda e transferencia das linhas o que acabou não saindo. Falava- se até que o Grupo JAL ja estava assumindo o controle da Oriental o que seria estranho, pois se realmente estivesse no controle desta empresa, a Oriental não teria chegado a situação que chegou, com certesa. Isto porque quando eles compram uma empresa de ônibus eles tratam de regularizar as pendencias dela o mais rápido possivel, coisa que não aconteceu no caso da Oriental.Voltando a Bangú está havendo uma reclamação de a mesma está voltando a recusar gratuidades em seus ônibus. Em linhas que ela opera com pelo menos metade com ar-condicionado, os estudantes estão sendo barrados. A mesma coisa está acontecendo as linhas que operam com micrão, o estudantes acabam ficando a pé.Esta postura é um retocesso, pois a mesma logo assim que saiu das mãos do Jacob Barata tinha abolido isso em suas linhas e agora está voltado com isso?Por quê no retorno desta prática nefasta?
Agora vendo a situação da Oriental, me faz lembrar de uma outra situação: a da Feital. Esta empresa está numa situação cinco vezes pior que a primeira, pois praticamente todas linhas dela com exceção da 756 estão desativadas. esta empresa não remunera ninguem, tem seu nome jurídico sujo em qualquer cadastro de proteção ao crédito e pior foi pedido e aceito a falência desta mesma empresa desde maio do ano passado e a até agora a prefeitura e a Rio Onibus não fizeram nada. A situação da Feital é tão grave que os funcionarios nem greve fazem mais, simplesmente se apropriam da féria do dia, pois do contrário não receberão seus salários em dia. Sobre sua falência, vale lembrar que chegou a sair na forma de nota no jornal Valor Econômico. A sua situação é tão grave que ela chegou a perder a concessão de todas as suas linhas intermunicipais, que foi por onde ela comecou no mercado de transportes urbanos, pois antes deste periodo ela era uma empresa de fretamento.Uma coisa muito curioso, a Feital possui um cemitério de ônibus ao lado de um cemitério de gente.Trata- se de um galpão de uma antiga fábrica de móveis que fica ao lado do cemitério do Murundú, em Padre Miguel. Dentro desta galpão há pelo menos uns vinte ônibus deteriorados e sucateados no meio do relento e do mato alto em que fica um vigia tomando conta dos mesmos. O cemitério de onibus e o de gente são separados por uma estrada de terra de nome Travessa da Penha. Quem passa de ônibus, carro, bicicleta ou a pé sabe do que eu estou falando.
Vale frisar que o pool só ocorreu depois da greve e da cobertura das Organizações Globo a greve e sobre a situação da empresa, através da Tv Globo e do jornal Extra. Do contrário a situação permaneceria a mesma. Será que precisamos da imprensa, em particular das Organizações Globo para sermos ouvidos?Será que precisamos que este grupo de comunicação faça uma cobertura na Feital para termos nossos problemas resolvidos?Falo isso, pois se fosse a Record ou Band não iam dar tanto destaque a situação da Oriental, mas como foi a Globo quem cobriu, aí a Rio Onibus e a prefeitura resolveram se mexer.E caso da Feital é ocaso masi grave de a administração, isso porque todas as linhas que elas conquistou via licitação são rentavéis. O que fez ela chegar a esse ponto foi isso somado ao fato que os donos desta empresa estarem envolvidos com negócios ilicitos. Vale frisar que os controladores da Feital em 1993 assasinaram um diretor Fetranspor na época, ja que a mesma estava indo de encontro com os seus interesses. Por conta disso, a Feital foi expulsa da Fetranspor e até hoje vive a margem da empresas de ônibus que as vê como intrusa.
Ja a Ocidental após a paralisação regularizou a situação com seus funcionarios, porém esta está estudando devolver as linhas que pegou da Santa Sofia para a esta ultima de volta e ao mesmo tempo repassar linhas como 689 e 397 para Jabour. La situação também é grave, porém menos pior do que as duas que citei neste texto, ja que conseguiu regularizar a situação dos funcionarios a tempo.
Diante disso, fico pensando, será que dependemos da imprensa, em particular da Tv Globo para ver a situação destas empresas? Será que não fica óbvio, para não dizer evidente a situação destas empresas nas ruas da cidade o que sepoder ver a olhos vistos? No caso da Oriental estava operando linhas com ônibus com pelo menos 15 anos de uso, como foi o caso de um Caio padrão Vitoria que vi rodar na 379 a até seis meses atras e na porta da prefeitura, na Presidente Vargas e a prefeitura nada fez. Este modelo ja saiu de fabricação a uns 15 anos e ainda sim esta empresa o mantinha circulado em suas linhas.Isso sem contar a penca de ônibus enguiçados ao longo da Avenida Brasil e o que mais se vê é o da Oriental e da Ocidental. Da feital nem se fala além de enguiçados, estes provocavam graves acidentes aponto de a roda dianteira do ônibus sair do veiculo e partir para rua. Será que precisamos realmente de situação extremas como essa para termos nossos problemas resolvidos? Um tragédia? Acho que não.Acordem prefeitura e Rio Onibus!!!

2 comentários:

Danielson disse...

Aproveito pra comentar que as Linhas 340 e 345 Vila Kosmos- Praça 15 tbm não operam mais com regularidade. Os onibus passam exporadicamente e tbm muito valhos caindo aos pedaços. A Viação Madureira Candelária tbm não fica muito atras. Ela simplesmente retirou de circulação as LINHAS 343 CORDOVIL TIRADENTES E 344 BENTO RIBEIRO PRAÇA 15 deixando apenas 1 carro pela manhã e outro a noite. Deixando os usuários sem explicação nenhuma. Simplesmente parou!!!! Quem mora na Vila da penha, Estrada do Quitungo Brás de pina...Não tem um onibus que passe pela Av Pres Vargas. Tendo assim que gastar duas passagens para se deslocar ao Cnetro do RJ...E a PREFEITURA DO RIO, RIO ONIBUS E VEREADORES NADA FAZEM. sÓ NA HORA DE PEDIR VOTOS, AÍ SIM ELES SÃO MUITO DEDICADOS. PROVIDENCIAS PREFEITO E RIO ONIBUS!!!!!

jane disse...

não preciso falar mais nada é só olhar as piores linhas do rio 398-790 que quase perdi o emprego por causa de atraso .já que meu patrão estava desconfiando de tanta desculpa de atraso e não acreditava que era onibus quebrado ,enguiçado todo dia isso mesmo toodoodiaa