sábado, 21 de novembro de 2009

Câmara de Deputados pretende abrir CPI dos arrendamentos de radio e TV

Conforme fôra noticiado no site Tudo Radio, a Câmara de Deputados pretende abrir uma CPI para apurar as denuncias des subconcessão de de canais de radio e Tv, o que é proibido por lei. A relatora é a deputada Luiza Erundina, que poderá se redimir com varios eleitores se conseguir caminhar com essa CPI para frente e conseguir apartir dela acabar com essa farra de arrendamentos de radio pelo pais a fora. Quando falo em se redmir, é porque foi ela quem acabou com a diversidade de pinturas das empresas de onibus da capital paulista quando ela era prefeita desta cidade, através da famigerada padronização que o senhor Eduardo Paes que colocar aqui no Rio. Se ela conseguir obter execelentes resultados nesta CPI, ela ja ganha meu perdão parcial e pontos comigo e com muitos busólogos que também são radiologos. Vejamos a materia do Tudo Radio:

"Arrendamento de rádios será debatido na Câmara

Um requerimento da deputada federal paulista Luiza Erundina (PSB-SP), solicitando audiência pública para debate sobre a prática de subconcessão por empresas de radiodifusão, foi aprovado nesta quarta-feira pela Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática (CCTCI), da Câmara dos Deputados. A prática, que consiste no “arrendamento” da concessão concedida pela União a terceiros, não é permitida por lei.

Segundo o parecer do jurista Fábio Konder Comparato, que preside a Comissão Nacional de Defesa da República e da Democracia da OAB, a prática é ilegal, já que o concessionário não pode, de forma alguma, arrendar ou alienar a terceiro sua posição de delegatário do Poder Público. Comparato encabeça a lista de especialistas que devem ser convidados para debater o assunto.

Além de Comparato, devem fazer parte do debate o procurador da República Domingos Sávio Dresch da Silveira; Bráulio Araújo, representante do Coletivo Intervozes; Guilherme Stoliar, diretor de rede do SBT; Alexandre Raposo, presidente da Rede Record; Evandro Guimarães, vice-presidente das Organizações Globo e conselheiro da Abert; e Flávio Lara Resende, diretor administrativo da Abra. O Ministério das Comunicações também será convidado a enviar um representante para o debate. Mariana Mazza."

Na comunidade Dial Rio de Janeiro do Orkut, os participantes tem olhado essa possivl CPI não só com reserva, como também acham que não vai dar em nada, ou seja, acabar em pizza. Eu ja não penso da mesma forma, pois eu e assim como os outros participantes daquela comunidade achavamos que seria quase impossível uma CPI sobre o problema. Por isso, eu digo que ainda devemos ter esperanças e devemos fazer a nossa parte ao divulgar a um maior numero de pessoas possiveis e lotar caixa de emails destes deputados pressionando pelo fim dos arrendamentos.
Vale lembrar que não estamos sózinhos nesta luta, grupos de comunicação como Globo e SBT também estão sendo prejudicados. A Globo nos ja sabemos: Tupi e Bandeirantes, respectivamente Tupi 96,5 e 1280 am e Bandnews FM 94,9. Ja o SBT tem tido perdas de afialidas em varias partes do pais, sendo que esta perda não é para Record ou Band e sim para nada mais nada menos que Valdomiro Santigo que tem arrendado a maioria das emissoras que eram afiliadas do SBT. Por conta disso, SBT estará lutando contra isso junto ao Ministério das Comunicações, Anatel e agora na Câmara de Deputados.
O mais dificil vai ser enfrentar o lobby tanto dos arrendatários, quanto dos arrendantes, sendo que os dos arrendatários são bem mais forte. A maior parte dos arrendatários são de instituições pseudo-religiosa ou religioso-comercial como a IURD,IRC,IMPD,IPDA,IMPD,IGD e etc. Esta CPI também será cenário para uma queda de braços entre a Globo e a Iurd, pois a primeira vai procurar desestabilizar a ultima ao alegar e possivelmente provar de que a Iurd prejudica a concorrêcia ao arrendar radios e tv pelo pais a fora. Vale lembrar que a Iurd e uma das maiores arrendatárias de radio e Tv no pais, talves a maior. A revista Carta Capital fez a pouco mais de um mes atras uma matéria falando sobre os arrendamentos de radio e TV feitos por instituições comerciais-religiosas e os malefícios que tal situação pode provocar na sociedade brasileira. Nesta mesma matéria relata a luta do SBT contra os arrendamentos que lhe tem causado prejuizo conforme relatei neste texto.
Como eu disse, temos de fazer nossar parte enchendo caixa dos deputados da CPI com emails pressionando pelo fim do arrendamento e devemos divulgar tal matéria do Tudo Radio para o maior numero de pessoas possiveis. Temos de lutar por um radio e TV de qualidade e que seja feito por quem é profissional, competente e que ama o que faz. Por empresários e investidores que realmente saibam ganhar de forma justa, criativa e original o seu lucro cativando seus ouvintes e telespectadores com uma programação de qualidade e diversificada, e não ganhando dinheiro sem fazer nada.
Hoje boa parte do empresariado mundial quer ganhar dinheiro sem investir ou trabalhar por ele como vagabundos, ou seja, querem viver de renda com aquele pensamento de que o dinheiro tem que trabalhar para eles. Vale frisar que tal pensamento é que gerou esta crise economica grotesca de 2008 que ainda estamos atravessando. Poucos são os que realmente querem trabalhar ou investir em algo de qualidade, e são esses que viram paradigma e fazem a diferença.
Lutemos por uma programação de qualidade antes que seja tarde demais!O site Tributo Ao Radio do Rio de Janeiro também está nesta luta juntamente com este blog. È só!

2 comentários:

O Kylocyclo disse...

Leonardo, eu lancei o site Bus Diversidade, contra a padronização visual dos ônibus.

Veja o site e coloque na sua lista de blogs relacionados. Apesar de ser do Fotopages, o feed permite colocá-lo na lista de blogs.

O Kylocyclo disse...

O endereço é este:

http://busdiversidade.fotopages.com