quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Viação Oriental corre o risco de ter suas linhas cassada pela prefeitura.

Segundo o site Onibus do Rio e o jornal Extra, Viação Oriental está prestes a perder as concessões de suas linhas.Isso porquê o serviços prestados por esta empresa tem sido o pior do Rio.Sua frota não sofre renovação a quase 10 anos, os onibus vivem enguiçando pelo caminho, os veiculos estão em péssimo estado de conservação, alem de ter muito onibus encostados na garagem por falta de manutenção que as vezes se torna inviavel.A mesma não tem mais feito licenciamento e nem pago o IPVA da frota, portanto os onibus desta empresa sem vistoria, sendo esta ultima a feita em 2003.Tanto a Rio Onibus quanto a SMTU querem tirar as concessões dela, porem as tiram para não tumultuar a vida dos passageiros que ficariam á pé e também por ser uma das empresas masi antigas e tradicionais do Rio, que no momento está nesta crise profunda.Estuda-se repassar estas linhas para Pegaso e Ocidental.
este é um desfeixo muito triste para uma empresa que foi uma das maiores empresas de onibus da cidade e do estado.Esta empresa em tempos áureos chegou a ter até 25 linhas de onibus, chegando a ser a maior da Zona Oeste do Rio.Esta empresa foi fundada em 1958 e tinha sua garagem inicial na praça de Guilherme da Silveira em Bangu, onde hoje é uma igreja Quadrangular.A mesma foi se expandindo ao longo da decada de 60, e apartir dai sua garagem saiu de Bangu e foi para o endereço atual em Santissimo.Esta empresa na decada de 80 fôra atingida pela incampação do governo de Leonel Brizola, e voltou bastante cacarecada desta situação, algo que com certesa influenciou em sua primeira crise 8 anos depois.Em 1994 a Ela passa sua primeira crise, onde mesmo com a renovação macissa da frota, a mesma não passava por manutenção, vindo a ter um onibus da linha 397 caido em um valão em Bangu por falta de manutenção. Em 1995 a Oriental vende 60% de suas linhas para os empresários Anselmo e Edgar da Amigos Unidos (este ultimo saiu da sociedade e foi para Campo Grande), que por sua vez fundam a Ocidental.Com isso ela ganhou mais fôlego e conseguiu se superar da crise comprando onibus Volvo com ar-condicionado.Em 2000 a Oriental é vendida a um grupo de empresário mineiros que seriam a razão de sua ultima crise e que també foram os respon´sveis pelo sepultamento da Viação Santa Izabel de Saõ Gonçalo.Falo isso pois estes empresário alem de dar calote no antigo dono da Oriental, não investem nas empresas que adquirem só querem sugar delas tudo até o osso, razão pela qual a Santa Izabel faliu de vez e a Oriental está pelo mesmo caminho.O antigo dono está tentanto retoma-la na justiça, porem os atuais donos vivem recorrendo para impedir a volta da empresa a seu antigo dono.
A situação dela é realmente alarmante.Torço muito para que seu antigo dono recupere a empresa na justiça e a recupere também de fato, pois será muito triste não só para os funcionários que ficarão desempregados, como para os moradores mais antigos, busologos de mais de 30 anos de hobby, que viram essa empresa nascer, crescer e agora está num coma profundo.Torçamos para que ela saia deste estágio e volte a ocupar o lugar de destaque que sempre ocupou.

2 comentários:

zé carlos disse...

essa empresa oriental está uma verdadeira bagunça varios ônibus cem manutenção,graças a Deus agora temos a viação bangu que ela tome cointa de todos os itinerarios da viação oriental fico triste pow uma coisa tenho amigos motoristas na oriental.

Rodrigo disse...

A linha 790 da Oriental, só anda lotada, e ainda assim insistem em por uns micro-ônibus pra piorar mais ainda a situação...esta linha tem os piores carros, velhos, quebrados, barulhentos, pneus carecas, sem condiçoes nenhuma de circular e só vivem enguiçando...um desrespeito a população! Será que terão que ocorrer mais tragédias para que sejam tomadas as providências necessárias?